"AMAR É QUANDO A ALMA MUDA DE CASA..."
MÁRIO QUINTANA.

segunda-feira, 23 de julho de 2007

NOVAMENTE CRIANÇA...




A CHUVA TRÁS LEMBRANÇAS BOAS
LEMBRANÇAS PURAS
DE UM TEMPO FELIZ
A CHUVA ME ACALMA
ME NINA, ME ANIMA
A CHUVA LEVA AS COISAS RUÍNS
SE SOPRA NOVAS ESPERANÇAS
EU ME SINTO BEM QUANDO CHOVE
EU ME SINTO EM PAZ
O SOM DA CHUVA NA JANELA
O BRILHO DE SUAS GOTAS
O SOM DA ÁGUA ROLANDO NAS RUAS...
A CHUVA ME HIPNOTIZA, ME TRANQUILIZA
JÁ TOMEI MUITOS BANHOS DE CHUVA
PULANDO,CORRENDO,GRITANDO,CHUTANDO A ÁGUA
DEIXANDO UM BARQUINHO NAVEGAR
FAZENDO FESTA COM OS AMIGOS
COISAS DE CRIANÇA...
SEMPRE TAMANHA ALEGRIA COMPENSAVA
A BRONCA QUE DEPOIS EU LEVAVA
DEPOIS QUE FICAMOS ADULTOS
PERDEMOS ESSA CAPACIDADE DE NOS DIVERTIR COM QUALQUER COISA
E HOJE É A CHUVA QUE NOS PEGA
E NOS DEIXA DE MAU HUMOR
E NÃO MAIS GOSTAMOS, ACHAMOS PÉSSIMO
FICAR MOLHADO, FICAR GRIPADO
MOLHAR A ROUPA, O CABELO, O SAPATO
QUANTO DESAGRADO...
EU AINDA GOSTO DA CHUVA
EMBORA POSSA VIR EM MOMENTO IMPRÓPRIO
QUANDO NÃO ESTOU BEM ACONCHEGADA
NO CONFORTO DO MEU QUARTO
QUANDO EU NÃO ESTOU PREPARADA
AINDA ASSIM GOSTO DA CHUVA
PROCURO RECORDAR COMO ERA BEM-VINDA
QUANDO EU ERA MENINA...
E OS BONS PENSAMENTOS ME FAZEM RELAXAR
JÁ TOMEI BANHO DE CHUVA A PÉ
NA SAÍDA DE ALGUM LUGAR
DE MOTO SEMPRE QUE IA VIAJAR
MAS ERA UMA DELÍCIA
O VENTO BATENDO FORTE
A CHUVA ME MOLHANDO INTEIRA
UM FRIO DE CONGELAR...
E AINDA ASSIM ERA MUITO ENERGIZANTE
SENTIA-ME RENOVADA
DE ALMA LAVADA
E NAQUELE MOMENTO EU RECONHECIA
AQUELA CRIANÇA QUE GRITAVA E CORRIA
RESSURGINDO FELIZ DENTRO DE MIM.

Um comentário:

carla granja disse...

olá amiga! adorei este teu texto sobre o ser novamente criança e defalares sobre a chuva. eu tmb adoro a chuva é mais acolhedor,nos deixa dormir melhor,sonhar mais. ás vezes me recordo do tempo de criança e k saudades das brincadeiras,dos piqueniques,de ir pa dentro de ribeira e andar perdida no meio do canavial,brincar com as bonecas, ir ás amoras. é tão diferente com o k as crianças fazem hje. mas como aki estamos no verão e o calor aperta te convido a vir dar um mergulho na minha ilha do farol onde a agua é quentinha e convida a uns bons banhos tanto de noite como de dia. este poema é soft ,não têm akele picante é para variar um pouquinho. e tu tmb podes variar um pouquinho e indo pôr um pouquinho de picante nos teus poemas k tu sabes fazer. he,he,he. bjo
espero tua visitinha bjo
carla granja.