"AMAR É QUANDO A ALMA MUDA DE CASA..."
MÁRIO QUINTANA.

quinta-feira, 7 de março de 2013

Viver não é existir...




De que adianta fingir
Seus desejos reprimir
Se entristecer, se ferir
E ainda assim sorrir
Viver não é apenas existir...

Sorrir com vontade de chorar
Se esforçar para lágrimas evitar 
Encobrir os problemas para não enxergar
Tapar o sol com a peneira
Sentr-se mal por bobeira
Participar de uma vida sem estar inteira
É se conformar em ler
Quando deveria se decidir por escrever
É preciso atitude para a situação reverter
Não basta querer
Reflita, isso não é viver

Se algo já morreu dentro de você
Pra que esperar?
Porquê não, a página virar?
Medo de sobreviver?
De ser mais forte que pensa ser?
De se arrepender ou de se surpreender?
Pode ser apenas medo de ser feliz?
De degustar a vida como sempre quis
Você é quem diz...

O tempo é muito curto para se acomodar
Para empatar a felicidade de chegar
Aceitar a tristeza por covardia
Quando poderia ser definida por alegria
Para buscar da sociedade simpatia...
Qual a finalidade?
Bom é ser feliz de verdade
Estar de bem com seu interior
Que importa a definição dos outros de pudor?
Aceitar convenções - É calar corações
É um preço muito alto a se pagar
Calar, quase sempre significa se machucar
Dê uma chance para a felicidade te encontrar
Viver uma vida sem você
Desculpe! Mas, isso não é viver.

8 comentários:

Pedro Luis López Pérez (PL.LP) disse...

Vivir no siempre es existir y para que la vida sea como el Paraíso en la Tierra, debemos contar con la complicidad del Amor en todos los aspectos y formas, especialmente donde dos corazones laten al unísono.
Preciosa Poesía.
Abraços.

simone paimel disse...

Amei esse blog, sou apaixonada por poemas, poesias e tudo aqui é muito lindo com muito sentimento. Parabéns ao autor desse blog maravilhoso!

simone paimel disse...

Amei esse blog, sou apaixonada por poemas, poesias e tudo aqui é muito lindo com muito sentimento. Parabéns ao autor desse blog maravilhoso!

Ana Paula Moraes disse...

Obrigada Simone. Volte sempre. bjs

Marcelo Eloy disse...

Passei para divulgar meu blog.
www.poesiaminhavida.blogspot.com
Abraços!!

Anna Kentelly disse...

Sou uma adolescente apaixona por poemas e poesias, quando leio uma, viajo nos meus sentimentos... tudo aqui é muito lindo, parabéns por seu trabalho!!
bjks!!

Anônimo disse...

O tempo que foi embora
Nunca mais voltará
Esqueça o que foi outrora
Deixe o futuro passar
O que passou, passou
O leite já derramou
Não adianta chorar

Renato Narcizo disse...

Muito gostoso o seu blog Ana Paula Moraes