"AMAR É QUANDO A ALMA MUDA DE CASA..."
MÁRIO QUINTANA.

domingo, 7 de abril de 2013

Como seria a vida sem mim?


Às vezes eu imagino como seria essa vida sem mim... como todos ficariam?!
Como seria a vida deles e o que sentiriam
Será que manteriam minha memória viva entre eles
Ou será que iriam me apagar, para não pensar, não sofrer e não chorar
Como será que iriam me mencionar e me recordar?!
Será que incluiriam no dia a dia, em uma paisagem, em uma poesia
em uma risada, em alguma estória engraçada
Em algum comentário divertido ou esquisito

E quando falassem de mim, que entonação iriam usar?!
Me pergunto se sofreriam e chorariam sem que eu pudesse consolar...
E se não chorassem, nem sentissem, nem sofressem, quem iria me ajudar...
Será que eu poderia vê-los e ouvi-los de onde estivesse

E se sim, isso me afetaria mesmo se eu não quisesse?!
Me pergunto do que eles sentiriam falta e por quanto tempo?!
Quanto tempo quem não está ao alcance das mãos, dos olhos e dos ouvidos consegue permanecer?
Quando tempo depois de mortos ainda nos permitem viver

O mistério da vida não nos deixa saber por quanto tempo estaremos aqui 
Nem quando iremos partir 
Nenhuma dúvida sobre isso irá sumir, nem podemos dirimir
E pensar muito sobre isso, nada irá mudar
Então melhor deixar rolar...

Não saber nada, acaba por aumentar nossa necessidade por respostas
E essa ansiedade pode nos matar antes da hora

Então melhor mesmo é viver a vida - Sem pressa, mas sem demora
Abraçar o mundo que temos e como podemos, e aproveitar agora.;

2 comentários:

(CARLOS - MENINO BEIJA - FLOR) disse...

Também já fiz alguns desses questionamentos, mas fico com o final. Vamos viver o que temos, o que somos, pois, gente ganhou a vida para vivê-la e nela não cabe o "se", cabe só o "É ou NÃO É". Um belo texto, amiga. Beijos.

Maria Alice Cerqueira disse...

Querida amiga
Depois de muito silencio, eu vim me fazer presente, trazendo a certeza que me recordo de você com carinho e amizade.
Sinto muita saudade de não vir aqui mais vezes, mas fiquei presa no caminho, tentando resolver algumas coisas pendentes.
Pedras aparecem pelo caminho, e delas precisamos fazer renascer lindas flores, para que nossa vida se torne um lindo jardim.
Abraço amigo.
Maria Alice
Meu facebook é http://www.facebook.com/mariaalicefcerqueira