"AMAR É QUANDO A ALMA MUDA DE CASA..."
MÁRIO QUINTANA.

domingo, 22 de maio de 2016


Atreva-se, liberte-se
Se a vida está insossa, tempere
Não viva mais ou menos
Não tenha pensamentos pequenos
Saia do nível médio
Esqueça o tédio
Seja multi, seja mais
Tire seu barco do cais
Arrisque-se em alto mar
Sem medo de naufragar
Asas são feitas para voar
Ninguém poderá viver em seu lugar

Entregue-se às novas aventuras
Não vejo  boas surpresas na vida segura
Não procure liberdade na ditadura
Melhor seguir com muita esperança
Do que viver com uma falsa segurança
A esperança te dá asas
A segurança amarras
Siga de peito aberto
Assim descobrirá o caminho certo.

4 comentários:

POESIAS SENSUAIS E CONTOS disse...

Belo blog. parabéns

carla disse...

Faz tanto tempo que não visitava os meus amigos blogueiros :) Agora voltei a atualizar o meu , se quiseres volta beijos
Lindo poema ,como sempre e por vezes o melhor que podemos fazer é mesmo sair da rotina , libertar do passado e viver livre e fazer o que tanto queremos, beijinhos
Carla Granja

leka disse...

Simplesmente amei.
Senti como um recado pra mim.
Obrigada.Tudo que vc escreve e absolutamente lindo.Parabéns. Amo ler tudo, me faz muito bem.
Parabéns

Denise Kirsch disse...

A vida é para ser vivida, e correr riscos faz parte!