"AMAR É QUANDO A ALMA MUDA DE CASA..."
MÁRIO QUINTANA.

quarta-feira, 1 de junho de 2011

Conversa com o céu...



A CIDADE DORME
LUZES SE APAGAM
NO ESCURO DO MEU QUARTO
EU TENTO NÃO LEMBRAR
BUSCO NO SILÊNCIO
UM "TIME" PRA PARAR
O SOM DO SILÊNCIO
ALGUMAS VEZES É BARULHENTO
EU NÃO CONSIGO RELAXAR

MEUS PENSAMENTOS VIAJAM
PALAVRAS SOLTAS NAVEGAM
A DERIVA SEM ANCORAR...
PROCURO MONTAR AS PEÇAS
APARAR ALGUMAS ARESTAS
ALGUM PORTO ENCONTRAR

TANTAS RESPOSTAS SEM SOLUÇÃO
APARENTEMENTE SEM RAZÃO
UM NÓ NA GARGANTA SE FAZ
E SÓ EM LÁGRIMAS SE DESFAZ

AINDA SINTO MUITO SUA FALTA
ESSA É A VERDADE
MAIS DE DEZ ANOS SE PASSARAM
TANTAS COISAS MUDARAM
MAS A SAUDADE NUNCA VAI PASSAR

SEM VOCÊ NÃO SEI SORRIR
NÃO SOU BOA EM MENTIR
OS ANOS VÃO SE ARRASTAR
E ESSA PERDA NUNCA VOU SUPERAR
SUA FALTA É SEMPRE TÃO PRESENTE
E EU ME SINTO TÃO IMPOTENTE
INFELIZMENTE!

SEREI PARA SEMPRE
DO JEITO QUE ME ENSINOU A SER
NÃO QUERO MUDAR
GOSTO DO JEITO QUE ESTÁ

PENSO SEMPRE EM VOCÊ
NO QUE PODERIA QUERER
NO QUE DEVO FAZER
NO QUE IRIA PENSAR

LEMBRAR VOCÊ É TÃO CONSTANTE
VOCÊ SEMPRE SERÁ TÃO IMPORTANTE
MINHA VIDA ESTÁ MARCADA PELA SUA PRESENÇA
MAS, TUDO QUE ENCONTRO É SUA AUSÊNCIA

DESDE QUE VOCÊ SE FOI
MEU CAMINHO É CHEIO DE INCERTEZAS
MAS, EU SEI QUE PRECISO SEGUIR
MESMO SEM SABER AONDE IR.

5 comentários:

ZezinhoMota disse...

Paula Morais, boa noite...
Fez bem em entrar no meu humilde cantinho...
A minha ausência tem o seu quê de motivos que obstam a que eu tenha a liberdade de a visitar...Assim como de outras amigas.

Minha mãe faleceu após intenso sofrimento...
Ao fim de 31 anos de casado tive de sair do jugo de alguém que me maltratava sem dó nem piedade...

E estes dois motivos dão que sofrer e de que maneira...

Eu regresso, para comentar as suas belas poesias...

As minhas saudações poéticas...

Feliz resto de semana.

A Poesia do Zezinho II http://zezinhomota1.blogspot.com

ZezinhoMota disse...

É um poema profundamente sentido e nostálgico...

Dizem bem os seus sentimentos, minha linda amiga...

A minha ausência não têm a ver com a pessoa, ou a amizade, mas as vicissitudes da vida assim nos impedem de fazer aquilo que se amar...

Escrever, poetisar e amarmos os outros com um sentimento de amizade profundo e que professo...

Obrigado amiga pelas tuas palavras...

Sabes? Eu sou apaixonado pelo Brasil e essencialmente pela Mulher Brasileira...

Ela; a mulher Brasileira; é diferente; mais amiga; mais atenta; mais acolhedora e a mais bela...

A sua alegria contagia-me porque me complementa...

O meu maior sonho é ir para o Brasil e aí dar-me a conhecer ao Povo Brasileiro pela minha poesia...

Quem sabe?

Seja feliz hoje e sempre.

Bjnhs do poeta, escritor do Porto-Portugal

ZezinhoMota

Não sei se conheces o meu blog mais recente, abri pelo simples facto do mais antigo ser de um modelo que não me deixar fazer tudo...

Assim tenho os dois e irão ter o mesmo fim...dar a conhecer a minha poesia. ZezinhoMota

A Poesia do Zezinho II http://zezinhomota1.blogspot.com

Paula Moraes disse...

Obrigada pelas palavras carinhosas...serás bem vindo aqui no Brasil...=)

Acácia Azevedo Studio Pottery disse...

Paulinha, adorei seus poemas,parabéns! Sua sensibilidade colocada assim em linha reta ganha uma profundidade ainda maior do que o seu olhar sempre revelou. Estou acompanhando vc! Beijos mil. A.

Paula Moraes disse...

Obrigada Acácia, amei seu comentário. ; )