"AMAR É QUANDO A ALMA MUDA DE CASA..."
MÁRIO QUINTANA.

terça-feira, 28 de junho de 2011

Em suas mãos - 15/08/2000






A noite ilumina além da imensidão
A noite entristece o meu coração
E nesse momento meus pensamentos
Se perdem te procurando em vão

Leve como o vento corro em sua direção
Forte com o poder de um furacão
Fecho os meus olhos para te buscar 
Em qualquer lugar que possa te encontrar

Talvez em um sonho bom
Daqueles que não queremos acordar
Te ouvir dizendo palavras doces
Que talvez nunca hei de escutar

Queria ter você comigo
Não ter receio do perigo
Não pensar em ilusão
Me entregar sem medo
E me descobrir em suas mãos.

17 comentários:

Alê disse...

Noites sempre vem carregadas de saudades,

Um beijo!

Priscila Daiana disse...

Obrigada pela visita!
Seguindo floor *-*

Beijoo ;*

Meire disse...

Paula, tá aí o segredo da felicidade plena, se entregar sem medo. É difícil, mas gratificante!!!!
;)
bjokitas mil.

Ma Ferreira disse...

Paulinho...amor é entrega..é confiança, é descomplicação..ame intensamente..sem medo de ser feliz..
bj
Ma

Paula Moraes disse...

Oi Alê, a noite é o pior horário pra saudade e pra solidão...Bjs =)
Oi Priscila, seja bem vinda, volte sempre. =)bjs
Oi Meire, é isso mesmo não é fácil, mas vale a pena...=)bjs
Oi Ma, quando fiz esse poema amar era MUITO complicado, a estória era complicada, mas é a vida...=)Bjs

CUSTOMIZE Artigos Personalizados disse...

oi Paula, seu catinho é muito especial.Parabéns!

um bjão!ja estou seguindo

Patrícia ♥ disse...

Tem selinho pra vc no meu Blog (:

Beijoos!!

http://pathyoliver.blogspot.com/2011/06/500-seguidores-yupiiii.html

* Verinha * disse...

Que coisa linda hein Paula!.. Gostei muito de seu poema!

Um beijo em seu coração..
Verinha

cidinha disse...

Nossa , amiga Paula lindo lindo!Um sonho desse não queremos nunca acordar!O amor brilha os olhos, nos fortalece, más também nos faz sofrer. Não é fácil se entregar plenamente...Obrigada pelo carinho sempre da sua visita...Beijos no seu coração..

CLEMENTE GERMANO MULLER disse...

Oi querida ammiga Paula. Amar é não ter medo do futuro. Entregue-se ao amor sem pensar no amanhã, o que importa é o hoje. Ontem divulguei em meu blog o teu texto AMO VIAJAR. Um grande beijo, com carinho.

Paula Moraes disse...

Vocês são uns queridos...Adoro quando me visitam...=)
Voltem sempre...
Clemente, eu vi, adorei! Obrigada.
Que linda vc Cidinha, valeu!
Ah que bom que gostou Verinha. =)
Patricia, adorei o meu selinho. Obrigada!

Acácia Azevedo Studio Pottery disse...

Querida Paula, sua poesia é linda como vc! Tenho certeza que seu blog irá cativar mais e mais corações. Passe a frente, dê uma força para as novas blogueiras ;-) Tem selinhos, na aba selos/stamps que criei lá no meu blog, para vc! Espero que goste.Bjs!

Nina Pilar disse...

a noite, os sonhos ... só a saudade, e a ilusão...sem medo de lançar-se, só o amor sabe ser assim.

lindo poema

beijinhos

Livinha disse...

OLá Paula,
Noites que nos bate a porta,
o frio de busca, o abraço
aquele que nos conforta,
noite de saudade, aquela viagem
junto de quem se gosta...

Bem sei o que retratas,
noites e noites ingrata,
na saudade que maltrata...

Obrigado pela tua visita Paula
belo poema.
Te seguindo...

Bjs

Livinha

Fernando Santos (Chana) disse...

Olá, belo poema...Espectacular....
Cumprimentos

Sandra Ribeiro disse...

A noite pode trazer também sonhos bons, daqueles que nos dão uma
certa ansiedade para correr atrás
dos sonhos quando o dia amanhece...

Paula Moraes disse...

Obrigada queridos, adorei cada comentário...Vocês são uns amores. Voltem sempre para alegrar meus dias.
Bjs