"AMAR É QUANDO A ALMA MUDA DE CASA..."
MÁRIO QUINTANA.

quinta-feira, 30 de junho de 2011

Louco amor



Aquele louco amor
sem censura e sem medida
norteou a  minha vida
me fazia querer mais
bastava um beijo colado
um abraço apertado
e nada mais parecia importar
Aquele nossa loucura
amor e paixão sem cura
me empurrava pra você
nunca pude me conter

Aquele velho sentimento
Um vício, um tormento
suspirro preso no peito
encontro de almas perfeito
Nasceu, não  me deixou e cresceu
Nem por um momento morreu
Entre tantas idas e vindas
encontros escondidos ou fortuitos
Só para te ver, só para ter você
E ao mesmo tempo eu necessitava não te querer

Vontade de te olhar mesmo que de longe
De te ter ao meu alcance
vontade de sentir seu cheiro, de te ver
Coisas que nunca senti por tanto tempo
Nunca durou tanto, só com você
Uma eternidade...Para a eternidade...
Eu não conseguia te tirar da minha vida
Quanto mais tentava menor era a saída
Todos os caminhos me levavam para seus braços
Cada dia mais me amarrava em teus laços
E a cada encontro uma nova despedida

Cada vez pior eu ia ficando
desejando, sonhando...
...esperando um dia sermos um só
Nossas vidas eternamente dadas nó
Mas não foi o que aconteceu
Todo futuro se perdeu
E eu não queria deixar o passado
Era uma forma de estar ao seu lado
Com tantas boas memórias
tanta recordações e estórias
Tantas loucuras sem noção
Sentimento sem explicação
Desses que nos tira do chão
Estando certo ou não

E não foi fácil arrancar você de mim
Esquecer esse amor que parecia sem fim
Marcado em minha pele como tatuagem
Inesquecível, Infinito, insano, único,  inigualável
Fonte de amor inesgotável
Futuro planejado, desejado e tão sonhado
Não seria mais realizado
Você marcado em minha vida
Por reencontros e despedidas
E isso já não poderia me bastar
O tempo passou e os sonhos ficaram  pelo ar
Já não conseguia ficar nem partir
Nem sabia pra onde ir
Tentei me  afastar,  mas me rendi
Incontáveis vezes eu rezei, implorei
para que você ficasse ou fosse de vez
Precisava lembrar o que me fez
Não dava mais pra sofrer e chorar
Minha vida precisava continuar...

E tudo mudou - Minha convicção passou
Já sei que não vamos nos reencontrar
E simplesmente de onde paramos - continuar...
Mas ainda hoje posso te ver
em um gesto, um olhar
um jeito de andar
Em um sonho sem querer
lá está você
Lindo, sorrindo
Me desafiando não te querer
Me desafiando te esquecer.

27 comentários:

Teuvo Vehkalahti disse...

Greetings from Finland. This, through a blog is a great get to know other countries and their people, nature and culture. Come take a look Teuvo images and blog to tell all your friends that your country flag will stand up to my collection of flag higher. Sincerely, Teuvo Vehkalahti Finland

Vinicius.C disse...

Bom dia Paula!!

Como um louco o amor se descreve o mais divertido de todos loucos.

Ynsano, desavisado, sem norte.

O amor e sua tarja preta... rs

Gostei muito!!!!!

Deixo meu beijo e desejo a vc um ótimo dia!!

Te espero no Alma!

Zil Mar disse...

"Em um sonho sem querer
lá está você
Lindo, sorrindo
Me desafiando não te querer
Me desafiando te esquecer."

Lindo demais seu poema...e mesmo que seja em sonho...adorei o desafio....

deixo meu carinho...

Zil

Alê disse...

Porque amar é perder o controle, e quando não se ama demais, não se ama o bastante

♥♥♥Ani♥♥♥ - Cristal disse...

Boa tarde Paula,

Que lindo... Amei...
Achei um pouquinho triste, mas perfeitamente aceitável quando se perde quem se ama.

Lindo!

Beijos
Ani

Lu Cavichioli disse...

Oi Paula, o amor é sempre desmedido, louco e desvairado... quando ele chega muda tudo em nossa vida.

Prazer em conhecer-te!
bjs da Lu

Jeferson Cardoso disse...

Olá Paula!
Lindo poema de amor!
Agradeço muito por sua atenção, vejo o selo como uma forma de carinho, obrigado, porém não faço coleção. (sorrio)
Abraço. Jeferson.

Rafael Castellar das Neves disse...

Nossa....forte e muito difícil isso, hein? o texto ficou muito bom...o conteúdo é difícil...vida!

[]s

Jorge disse...

Quão poderoso é o Amor!!!
Entregar-se a ele pode também significar sofrimento, mas vale a pena amar. Como vale!!!!

Um super carinho, Coração!!!

Agradeço pelo selo, Anjo. Voltarei para pegar mais tarde. Obrigado, mais uma vez!!!

Meire disse...

Paula, suas palavras tocaram fundo em mim. Adorei!!!!

bjokitas ;)

Maria Alice Cerqueira disse...

Boa noite amiga, vim agradecer a voce por sua linda presença no meu cantinho e fazer parte dos meus 200 seguidores! Venha pegar o selinho dos 200 seguidores que eu fiz com muito carinho. Tenha um lindo final de semana.
Abraço amigo!
Maria Alice

Milla Pereira disse...

Olá, amiga! Passando para conhecer seu admirável Blog e já te linkando em meus blogs favoritos. Estou te seguindo e, aogra que aprendi o caminho, estarei sempre por aqui. Abrçs.Milla

Paula Moraes disse...

Welcome Teuvo, Thank you for following. I'm following your blog too. =)
Come again sun.
Oi Vinicius, adorei a visitinha, bote tarja preta nisso...rs Obrigada. =)
oi Zil, que bom que gostou, adorei sua visita, Obrigada. =)
Oi Alê, falou e disse,rs. bjs
Oi Ani, obrigada...rsrsrs Foi muito triste mesmo...Ainda bem que passou...=)Bjs
Oi Lu, o prazer é todo meu, adorei seu blog tbm. Bjs
Eu percebi Jeferson...rsrsrs Obrigada pela visitinha...=)
Oi Rafael, bem vindo, é, foi muito difícil...Obrigada pelo carinho. Como vc disse...É a vida...=)
Oi Jorge, é verdade, sempre vale a pena...=)Obrigada pela visitinha.
Oi Meire, que bom, obrigada, o gostoso de escrever é tocar as pessoas...Levar alguma coisa boa pra elas. Bjs =)
Oi maria Alice, agradeço o seu carinho...=) Adorei! Bjs

Queridos amei todos os comentários, voltem sempre...Adoro a presença de vocês aqui. =) bjs

Paula Moraes disse...

oi Milla, bem vinda, que bom, apareça sempre que quiser...=)
Bjs

Acácia Azevedo Studio Pottery disse...

Lindo poema, sempre romântica e apaixonada. Tem selinho para vc na aba selos/stamps lá no blog. E eu já postei o seu! Obrigada querida! Bjs mil. A.

acácia rubra disse...

Um poema, uma história de desilusão e de força.

Obrigada pela visita.

Beijo

Rebekinha disse...

Adorei sua poesia, muito linda mesmo.
E seu blog é um encanto.
Beijos.

Paula Moraes disse...

Obrigada queridas, muito obrigada Acá pelo carinho, voltem sempre...Adorei a visitinha.
Bjs e bom fim de semana.

* Verinha * disse...

Muito lindo seu poema Paula!..
Um beijo grande em seu coração e um lindo fim de semana para você!

Verinha

✿ chica disse...

Linda tua inspiração,Paula!Belo poema!beijos,tudo de bom e ótimo fds,chica

Lindalva disse...

Olá Paula vi tuas pegadas no meu ostra segui teus passos e aqui estou, parabéns pelos escritos e te convido a amanhã comparecer no Ostra para prestigiar e votar nas poesias da 1ª fase do pena de ouro, onde poderas trazer o selo participação aqui para teu cantinho. Na oportunidade te convido a participar da 2ª fase, é só enviar uma poesia para meu email OK? BEIJOS E ACHOCHEGOS...

Milla Pereira disse...

E nao será o amor, uma maravilhosa loucura? Amei, bjks. Bom findi

Paula Moraes disse...

Oi Verinha, que boom,adorei sua visitinha...=)
valeu Chica, bem vinda, bom fds tbm.=)
Olá Lindalva, bem vinda, adorei o convite, obrigada! =)
Oi Milla, certemente, uma louca maravilha...=)

Bom fim de semana queridos e voltem sempre...=)

Valéria disse...

oiiii,tem desafio pra você no meu blog!
Acho que vai gostar!!
bjus bom final de semana

Paula Moraes disse...

Oi Valéria, adorei...Jávou pegar.; )

placco araujo disse...

Nada a acrescentar..e seus poemas não tem ranço.. são leves, mesmo ao falar de coisas fortes e densas.. cheguei até você através da Alê... e voltarei mais vezes...(não preciso ganhar o selinho... ah ah ah)..

Paula Moraes disse...

Oi Placco, bem vindo, volte sempre mesmo...=) Obrigada!
Quem disse que não precisa levar o selinho???rs
Boa semana.