"AMAR É QUANDO A ALMA MUDA DE CASA..."
MÁRIO QUINTANA.

sexta-feira, 21 de outubro de 2011

Me recuso!



Sabe, quanto mais eu penso menos chego a conclusão...
Por que tantas pessoas se incomodam tanto com a vida alheia em vez de cuidar da própria vida, que já dá um trabalho enorme?
Por que as pessoas se incomodam tanto em receber se quase NUNCA estão dispostas a dar?
Por que julgamos tanto o próximo, quando se pararrmos pra pensar, encontraremos tantos erros e falhas quanto as que apontamos?
Por que a cada ano que passa as pessoas vão ficando mais secas, mais egoístas, mais fechadas, menos propícias ao amor, a amizade, ao companheirismo?
Por que cada vez mais as coisas menos importantes tem mais valor e cada vez mais o que realmente importa vale menos, parece uma lembrança no tempo, vai se perdendo, como alguns valores, ter palavra, honra, ética, dignidade, solidariedade, caráter, bom senso, tantas atitudes decentes se perderam...
Por que ainda tem valor quem banca o esperto, quem procura mais vantagem, quem puxa o tapete do companheiro, quem puxa o saco, quem atropela os outros para subir, quem faz qualquer negócio para chegar onde quer, quem não respeita e não tem educação pelos outros?
Por que vale mais quem tem mais bens materiais do que morais?
Por que vale mais a aparência do que a essência?

Atualmente artifícios, artimanhas e jogos de interesses dominam e prevalecem...

Até a fé foi banalizada, algumas pessoas usam a religião e Deus para tirar vantagem de alguém, de alguma coisa e esconder quem realmente ela é... 
Mas fazer o bem, ajudar o próximo, ser generoso, companheiro, fazer caridade, que são excelentes manifestações de amor e fé, ficando cada vez mais raro...

Me recuso a ser igual, a ser mais um, mesmo que seja obrigatório para ser aceito... Fico fora!

As pessoas...Elas próprias estão se perdendo delas mesmas...
Seguimos procurando fora de nós o que só encontraremos em nós mesmos quando nos acharmos...
Quando reencontrarmos princípios, valores e moral, em algum lugar do passado....

18 comentários:

Jorge Nectan disse...

O homem é por demais orgulhoso e egoista. Não adianta buscar compreender. São infelizes. fazer o quê?
Diferente aquele que já adquiriu consciência de si mesmo, pois este conhece a si mesmo. E quem se compreende, compreende os outros.
O que estas pessoas infelizes precisam é de compaixão. Que mais se pode oferecer?

Minha amiga, um beijo de luz!!!

Paulo Francisco disse...

Não sei! Está na natureza humana.
Um beijo

Vinicius. C disse...

Boa noite!!

"Seguimos procurando fora de nós" Adorei isso!

Desejo um ótimo fim de semana!

Se puder, apareça no Alma!

cidinha disse...

Olá, amiga. Muito bom est dorei o texto! Concordo com vc... Infelizmente é a dura realidade! Sejamos nós mesmos, com nossos valores e religião, pois não temos que seguir nínguém. Amor, dignidade, respeito, amizade são valores que não devem ser esquecidos nunca! Bjos e ótimo fim de semana.

Severa Cabral(escritora) disse...

bom domingo minha linda menina!
Texto lindo e repaginado...adorei como tudo que leio que vens de ti ...
bjssssssssssssssssss

maris disse...

Não poderia estar mais de acordo! Também me recuso, apesar de muitas vezes "remar contra a maré", prefiro assim!
Beijos

Verinha disse...

Paula.. obrigada de coração por estar lá no meu novo cantinho.. fico feliz com sua presença!

Sempre é muito bom ler tudo que escreve!

Beijo grande em seu coração...
Verinha

Vinicius. C disse...

Bom dia!!

Hoje venho desejar a você um dia abençoado!

E como sabe- espero por você no Alma!! Beijooo

O Profeta disse...

Senti nos pés o pulsar da ilha
Um farol avisa o longe do perto
A lava encoberta na costa dormente
Sete rumos e apenas um certo

Neste Mar senti a vontade de prantear
A nudez da noite no encontro do silêncio total
Encobriu meu pranto das estrelas
Uma zombeteira Lua marcou no dia o encontro final

Mágico beijo

*Jéssica Marques* disse...

Paulinha!Tem selinho pra você no meu blog ta?
beijos!

Paula Moraes disse...

Oi meus amore, vcs são tão lindos, cada um trazendo seu tanto de alegria pra me fazer feliz.
Obrigada.
Bom fim de semana.
Bjs

Verinha disse...

Olá Paula!
Fique à vontade em pegar o texto.. nem precisava pedir.. tudo lá no meu recanto são para vocês que me acompanham.. fico feliz que tenha gostado!

Um beijo grande em seu coração..
Verinha

Sopa de Letrinhas da Leninha disse...

Faz ótima opção de vida, mantendo teus valores e opondo-se a maioria, que vem deixando seus valores se perdendo junto ao egoísmo... sem trazer a esperança de um mundo melhor!
Que pessoas inconformadas, assim como você, possa fazer a diferença nesse mundo mal... e abrir espaços à solidariedade, ao amor, à justiça e a compreensão... que tenha ótimos motivos para contagiar outras pessoas... bjks no coração!

Sopa de Letrinhas da Leninha disse...

Faz ótima opção de vida, mantendo teus valores e opondo-se a maioria, que vem deixando seus valores se perdendo junto ao egoísmo... sem trazer a esperança de um mundo melhor!
Que pessoas inconformadas, assim como você, possa fazer a diferença nesse mundo mal... e abrir espaços à solidariedade, ao amor, à justiça e a compreensão... que tenha ótimos motivos para contagiar outras pessoas... bjks no coração!

Milla Pereira disse...

Assino com vc este texto-verdade-desabafo, amiga. Mas, confesso que estou morrendo de saudade de vc e passei pra matar a maldita que estava me matando. Beijinhos e bom fds.

MARILENE disse...

Antes de seguir a procissão, é necessário descobrir seu objetivo. Muitos a acompanham só porque a maioria está lá. Afastar-se e ficar de fora é ato de sabedoria, de quem não perdeu seus valores e preza sua dignidade. Se cada um cuidar de si mesmo, sem a busca de caminhos escusos, estaremos diante de uma nova sociedade.
Bjs.

Valéria disse...

OIII
Paula Saudade imensa de ti,também sinto sua falta lá no Doce Menina,desejo um otimo final de semana pra ti.

bjs

Doce Menina

Ricardo Miñana disse...

Muy reflexivas tus letras,
hay que negarse cuando no se sabe el propósito.
si te gustan la poesía llena de ternura,
te invito a mis espacios,
feliz fin de semana.
un abrazo.